Maragogi

Maragogi - Praia Barra Grande

Alagoas tem alguns dos lugares mais lindos no Brasil. São praias e mais praias que estão sempre no ranking das 20 mais bonitas do país, além de 22 km de litoral e a segunda (perdendo apenas para a australiana) maior barreira de corais do mundo. Falando um pouco do Caribe brasileiro, Maragogi está situada no meio do caminho entre Maceió e Recife, e supera todas as expectativas com praias de águas mornas e cristalinas. A cidade é pequena, simples, com pouca infraestrutura, mas com um povo feliz, muito educado e hospitaleiro, é uma atração à parte. É difícil montar um roteiro com apenas 2 dias. E já aviso logo, não vale a pena fazer bate-volta, é preciso se hospedar da cidade. Qualquer época do ano é boa para a cidade, mas entre setembro e meados de maio, a chance de chuva é menor.

Normalmente as passagens para Recife são mais baratas do que Maceió pelo fato do aeroporto e com isso ter um trânsito maior de aviões. Maragogi está localizada a cerca de 124km de Maceió (Alagoas) e a 130km do Recife (Pernambuco), o que dá algo em torno de 2 horas e meia de carro, seja qual for o Estado.

Bate-volta

A nossa missão aqui é indicar os melhores caminhos, roteiros e alinhar tudo isso financeiramente. Por esses motivos isso, não recomendamos um bate-volta de Maceió, Recife ou Porto de Galinhas. Alinhar tempo de estrada, marés e clima exige planejamento. Maragogi é lindo para se hospedar por lá e curtir os dias calmos da cidade.

De Maragogi você pode fazer bate-voltas simples, com distâncias menores para municípios nas redondezas: 11 km para Japaratinga e, via balsa, 20 km para Porto de Pedras, 35 km para São Miguel dos Milagres, 32 km para Barra de Camaragibe e 50 km para a praia dos Carneiros, em  Tamandaré, já em Pernambuco. Essa última sempre está na lista das praias mais bonitas do Brasil.

Onde ficar?

A única indicação sobre a qual podemos falar é uma pousada chamada Pousada Olho D’água. Fica na orla da praia de Maragogi, possui estacionamento, café da manhã dos melhores (é importante mencionar a tapioca.. que tapioca!), piscina aquecida, quartos arrumados e ótimo custo-benefício.

As próximas 3 pousadas que serão citadas são conhecidas na região e bem faladas pelos bugueiros da cidade, mas também são mais caras. A primeira delas é a Pousada Praiagogi, que possui um restaurante maravilhoso (vamos falar  mais a frente no “onde comer”) e que ficou marcada pela recepção dos funcionários. A Pousada, localizada no litoral sul, é espetacular, possui uma infraestrutura incrivel e conta com poucos quartos, estando completamente voltada para o atendimento e cuidado com os hóspedes. Esperamos realmente poder voltar um dia para uma estadia longa.

A Pousada Rangai está localizada no litoral norte de uma das praias mais bonitas do país, a Praia de Antunes, é um local privilegiado em todos os sentidos, vale a pesquisa! A última, mas nem por isso menos importante, é a Pousada Sol e Mar, em Barra Grande. O dono da pousada possui animais como tucanos, araras, cobras, entre outros que são super bem cuidados e uma atração à parte para quem se hospeda e para quem faz os passeios passando pela pousada. Fotos liberadas!

Onde comer?

Quando citamos acima a Pousada Praigogi, foi principalmente em função do Restaurante Tuyn (pronuncia-se town). O restaurante é dentro da pousada e um dos mais exclusivos da Costa dos Corais. A experiência é surreal, começando pela tranquilidade do local, passando pelo atendimento especial do recepcionista/garçom/sommelier Robson, pela música ao vivo e por fim, pelo pratos. É uma experiência única na cidade. Se de alguma forma te deixei no mínimo curioso, não esqueça de fazer reserva, pois como o restaurante é pequeno e fica dentro da pousadaa, a preferência pelas mesas é dos hóspedes.

O que fazer?

Praia, praia, piscina natural e praia de novo. Apesar de estar em menor número na frase, as piscinas naturais são as maiores atrações do Caribe brasileiro. São aquários naturais a 6 km da costa. E o mais importante, não apenas em Maragogi como em qualquer praia do Nordeste, é entender a tábua das marés. É essencial saber qual o nível da maré do dia para não frustar seu passeio e não ser enganado. As piscinas naturais variam de níveis e são visíveis na maré baixa , portanto, quando forem montar o roteiro, fiquem bem atento as tábuas das marés.

Galés, Barra Grande e Taocas

São 3 as piscinas naturais abertas ao público: Galés, Barra Grande e Taocas. De lancha, de 15 a 20 minutos você chega ao destino. Galés e Taocas são muito parecidas e igualmente bonitas, Barra Grande, segundo o marinheiro do nosso passeio, é ideal pra quem está com crianças. O preço dos passeios gira em torno de R$ 100,00.

Piscinas Naturais de Maragogi. Galés

  • Galés: fica na direção do resort Salinas de Maragogi, na própria Praia de Maragogi;
  • Taocas: fica em frente à Praia de Maragogi;
  • Barra Grande: fica na praia de Barra Grande, ao norte do centro de Maragogi.

Já ouvi relatos marinheiros que evitam falar o destino pilotando. As Galés são as piscinas naturais mais conhecidas e a maioria das pessoas querem ir pra lá, porém, há um limite de pessoas e embarcações por dia e as empresas precisam fazer um rodízio entre as piscinas naturais para manter a preservação dos corais. Além disso as empresas não realizam o passeio na maré alta. Veja outras dicas:

  • Feche diretamente com as empresas – confira as avaliações na internet;
  • O mergulho com cilindro é muito rápido (cerca de 20 a 25 minutos), custa R$ 100,00, já vem com as fotos. Faça somente se estiver querendo muito, pois a duração do passeio gira em torno de 1h30m;
  • Leve seu próprio snorkel ou confie na boca de outras pessoas que usaram antes de você.

Falando das empresas, posso indicar duas em que contratei e confio: Green Mar Tur e Costa dos Corais. O Flávio e a Monaliza da Green Mar Tur foram bastante atenciosos e tudo ocorreu bem durante os passeios. Pela Costa dos Corais nós fechamos o passeio de buggy pelo litoral norte e pudemos conhecer um dos bugueiros mais gente boa da cidade, apesar de flamenguista da região. O famoso Branco.

Cartão do Bugueiro Branco Bugueiro Branco à direita

Passeio de Buggy

Um dos programas mais divertidos de Maragogi! O Passeio de Buggy (para até 4 pessoas) passa por paisagens exuberantes no litoral e os bugueiros falam da cidade, contam as histórias, tiram as melhores fotos, registram com paciência de vários ângulos diferentes e com isso, tornam o passeio leve e engraçado. O preço varia entre R$ 80,00 e R$ 100,00 e dura em média 5 horas. São duas as rotas possíveis de serem realizadas com o passeio de Buggy:

  • Litoral norte: Burgalhau, Barra Grande, Xaréu, Antunes, Ponta de Mangue, Dourados e Peroba;
  • Litoral sul: Camacho, São Bento, Salgado, Japaratinga, Bitingui, Barreiras de Boqueirão.
Maragogi - Passeio para as praias do litotal norte
Passeio de Buggy para as praias do litoral norte

O litoral norte tem as praias mais lindas, por isso, recomendamos esse trecho para aproveitar com mais tranquilidade. Todas são lindas, mas vale destacar Barra Grande, que tem uma faixa de areia que divide o mar e também, Antunes. A Praia de Antunes está sempre entre as mais bonitas do país. Como o passeio dura pouco tempo de banho, você vai querer voltar nessa praia, que até hoje, pra mim, é a praia mais bonita do Brasil.

Praia de Antunes - Maragogi

Santuário do Peixe-Boi

A Associação Peixe-boi faz um trabalho muito bonito de preservação da espécie ameaçada de extinção em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)., localizado em Porto das Pedras. O passeio inicia com uma rápida caminhada pelo povoado, passando pela ponte estreita sobre o rio Tatuamunha e o manguezal. Depois embarca-se numa jangada de aproximadamente 7 pessoas, sem contar os jangadeiros, a espera dos mamíferos no rio. O passeio é limitado a 70 pessoas por dia.

Porto das Pedras Maragogi - Projeto Peixe-Boi

As empresas costumam fazer o passeio a dois lugares que fazem parte da Rota Ecológica: Reserva do Peix-Boi Marinho e São Miguel dos Milagres. Normalmente a saída ocorre por volta das 8hrs e o retorno entre 15 e 16 hrs da tarde e custa em média R$ 65,00 por pessoa, preço apenas de deslocamento. Não estão inclusos no valor o restaurante, a jangada de São Miguel às piscinas naturais (R$ 50,00) e entrada na Reserva também de jangada (R$ 50,00).

Dicas

As nossas dicas são para ler, planejar e entender quais praias visitar perdendo o menor tempo possível de deslocamento entre elas. Bate-voltas de Maceió, Recife ou Porto de Galinhas podem se tornar frustrantes. Um Bom roteiro é começar pelo aeroporto de Recife e ir descendo toda a costa, voltando por Maceió ou dedicar de 4 a 5 dias para ficar em Maragogi, São Miguel dos Milagres e conhecer um pouco das praias do litoral norte. No mais, use muito protetor e se for muito branquinho, camisas com proteção contra raios UV, bastante comum entre os moradores.