Verona

Verona, Itália

Verona é uma da mais queridas cidades italianas. A pequena cidade foi imortalizada com Shakespeare como palco da tragédia entre Romeu e Julieta. É possível fazer o roteiro de um dia inteiro por Verona pra quem quer conhecer todo o centro histórico e 2 dias pra quem se encanta pela arquitetura medieval característica da cidade. Viajando de trem, de Milão à Verona dura cerca de 1h10m. De Veneza leva em média 1h20m.

Dicas

Vale a pena comprar o Verona Card? É uma pergunta muito frequente, por isso já vou deixando as dicas. Se o roteiro for criado com essas três atrações, Arena Verona, Casa di Giulietta e e Museu di Castelvecchio, já vale, se ainda for acrescentar a Torre di Lamberti, vale mais ainda.

O Verona Card de 24 horas custa 18 euros e o de 48 horas custa 22 euros e o cartão começa a valer a partir da primeira utilização. Você pode comprá-lo na bilheteria de qualquer atração no centro de informação ao turista ou nas tabacarias. Mas a maior vantagem dele, além do preço, é de não precisa enfrentar filas para comprar os ingressos. O Verona Card também dá direito ao transporte público da cidade.

AtraçãoPreço (inteira)
Arena
p.zza Bra
€10,00
Casa di Giulietta
via Cappello, 23
€ 6,00
Teatro Romano
via Regaste Redentore, 2
€ 4,50
Tomba di Giulietta
via Luigi da Porto, 5
€ 4,50
Museo Archeologico al Teatro Romano
via Regaste Redentore, 2
€ 4,50
Museo Civico di Storia Naturale
lungadige Porta Vittoria, 9
€ 4,50
Museo degli Affreschi “G.B. Cavalcaselle”
via Luigi da Porto, 5
€ 4,50
Museo della Radio d'Epoca
via del Pontiere, 40
€10,00
Museo di Castelvecchio
c.so Castelvecchio, 2
€ 6,00
Museo Lapidario Maffeiano
p.zza Bra, 28
€ 4,50
Basilica di San Zeno
p.zza San Zeno, 2
€2,50
Basilica di Santa Anastasia
p.zza Santa Anastasia
€2,50
Chiesa di San Fermo Maggiore
stradone S. Fermo
€2,50
Complesso del Duomo
p.zza Duomo, 21
€2,50

Onde ficar?

A Corso Porta Nuova pode ser um meio do caminho e um ponto estratégico entre a Estação de trem Verona Porta Nuova e as atrações do Centro Histórico. A minha dica de hotel é o Hotel Verona. Ele fica localizado a 1 km da estação de trem e a menos 600 metros da maioria dos pontos turísticos.

 

O que fazer?

Caminhando pela Corso Porta Nuova e se aproximando da Piazza Brá, avistamos primeiro um arco com um relógio. Estamos falando da Porta Brà, que pertencia à antiga muralha medieval da cidade. Serve como porta de entrada para a Piazza Brá, maior praça de Verona. São inúmeros cafés, pizzarias e restaurantes (caros) direcionados aos turistas. Ao centro está um pequeno jardim com o Monumento de Victor Emmanuel II e a Fonte dos Alpes. Da praça conseguimos ver a…

Arena de Verona

A Arena de Verona é um anfiteatro romano construído no século I, embora a data precisa não seja conhecida. É comprovado que certos jogos antigos e esportes tiveram a arena como palco e muito provável que houvesse lutas entre gladiadores também. Hoje a arena serve para abrigar a cultura. Ela começou a ser usada para óperas, balés e concertos devido a sua poderosa acústica.Em 1913, com a apresentação da Aida, a arena foi oficialmente dedicada à ópera e ao balé (com exceção da filmagem ocasional de alguns filmes históricos). O valor da entrada custa € 10,00. Horários: Segundas: das 13:30 às 19:30; terça à domingo: das 8:30 às 19:30 (bilheteria fecha às 18:30).

Arena de Verona

Casa di Giulietta

Estátua de bronze de Julieta - Casa di GiuliettaAlheio às discussões se a maior história de amor da literatura é ficcional ou não, a cidade de Verona acolheu a fama e vive do romance de Romeu e Julieta. Escrita por Shakespeare entre 1591 e 1595, depois que a peça virou filme, 1936, a cidade se tornou mais cada vez mais popular.

Romeu, da família Montecchio, se apaixona por Julieta, de uma família arqui-inimiga, os Capuleto. Essa inimizade foi herdada dois seus antepassados com trazendo inúmeras tragédias. Sabendo que o amor era proibido, o casal convence um padre a realizar o casamento em segredo para depois fugirem. Mas os pais de Julieta descobrem os planos. Julieta forja sua morte, mas Romeu não toma conhecimento dos seus planos e acaba se matando. Ao ver seu amor morto, Julieta enfia um punhal no peito, se mata e cai sobre o corpo de Romeu.

A Casa da Julieta data do século XIII e possui 3 andares, na entrada uma loja e as escadas para os demais andares. Cada andar é decorado com diferentes cenários. É possível subir na famosa sacada e tirar fotos. Se conseguir entrar na fila de novo, mande seu companheiro(a) descer e tire foto do pátio. O ingresso custa € 6,00. Horários: Segunda das 13h30 às 19h30. De terça a domingo, das 8h30 às 19h30.

Sacada da Casa de Julieta

Na parte de baixo, no pátio externo, há uma estátua de bronze de Julieta com uma famosa superstição. Reza a lenda que todo visitante que tocar seu seio direito terá sorte no amor. Vale a foto, mas fique atento a organização.

Piazza delle Erbe

Visão da Torre dei Lamberti em Verona
Visão da Torre dei Lamberti em Verona

A Piazza delle Erbe (Praça das Ervas) é uma praça municipal no coração de Verona, a mais bonita de lá. Soma-se a praça, a Fontana dei Madonna Verona, ao centro da Piazza delle Erbe e estátuas, ajudando a contar um pouco da história da cidade.

Todos os dias uma feira é montada em toda sua extensão e no entorno ficam restaurantes, cafés e bares. São várias barraquinhas vendendo frutas, copos com frutas cortadas, legumes, máscaras, chapéus, boinas e claro, muitos souvenirs.

Torre dei Lamberti está situada entre a Piazza delle Erbe e a Piazza dei Signori. Foi construída basicamente com calcário, tijolo e mármore ainda na Idade Média, depois restaurada em 1464 para enfim ser concluída em 1779 com a incorporação do grande relógio. Ela possui 84 metros de altura e está localizada ao lado do Palazzo della Ragione. É famosa por seus dois relógios nomeados de Rengo e Marangona e pela vista em 360 graus do alto da torre. Pode-se subir na Torre dei Lamberti usando o elevador com o custo simbólico de € 1,00 ou encarar os 368 degraus numa escada em espiral. Vale a pena o gasto! Horário: Todos os dias das 11h às 19h. Valor de  € 8,00 a inteira e  € 5,00 a meia.

Piazza dei Signori

Estátua de Dante. Piazza dei Signori em VeronaSaindo da Piazza delle Erbe, você encontra facilmente a Piazza dei Signori atravessando o Arco della Costa. Nessa praça, também chamada de “Praça de Dante”, pela estátua central do escritor e poeta florentino. No quarteirão, você pode admirar vários palácios, como: o Palazzo della Ragione (Tribunal da Justiça e atualmente a Galleria d´Arte Moderna) e Cortile Mercato Vecchio (Praça do Mercado Velho), onde o acesso é feito pela bela escadaria de mármore rosa Scala della Ragione (escadas da razão). Nessa “piazza” também se localiza o Palazzo del Capitano ou Palazzo di Cansignorio, que serviu para os mais diversos usos, palácio fortificado, teatro, sede do tribunal e prisão para prisioneiros políticos. O Palazzo del Governo, foi residência de Cangrande I e hoje abriga o centro administrativo da província de Verona e a prefeitura. Por fim, temos o Loggia del Consiglio (Assembleia do Governo) e a Domus Nova (Tribunal de Juízes).

Castelvecchio

O Castelvecchio foi construído nas margens do Adige por Cangrande II della Scala em 1354 para defender o povo de Verona e também para ter uma possível rota de fuga para o norte, onde viviam os parentes austríacos. Atravessando por dentro encontrará a Ponte Scaligero. Cruze os 120 metros (para contemplar e tirar altas fotos) da ponte e tenha lindos ângulos do rio Adige e das muralhas da cidade.

As estruturas do castelo são muito bem conservadas e preservadas, você viaja no tempo da era medieval. Pra quem gosta, é um prato cheio. É possível visitar o pátio, passar por algumas muralhas, pelas torres e percorrer toda sua dimensão. O castelo medieval hoje abriga o Museu Civico, onde encontramos 29 salas de pinturas, esculturas, armas, distribuídas em vários níveis que datam de 1300 a 1700.

Horário de funcionamento: todos os dias 8:30- 19:30; Segunda-feira 13:30-19:30 Preços: € 6,00 – Reduzido € 4,50 (grupos mínimo de 20 pessoas, estudantes de 14 a 30 anos e mais de 60) – € 1,00 (Escolas e jovens de 8 a 13 anos) – € 1,00 o 1 ° domingo do mês para Todos (de janeiro a maio e de outubro a dezembro) – Entrada gratuita com o Verona Card.

Castel San Pietro

Além da Torre dei Lamberti, subir até o Castel San Pietro é outra opção para ver a cidade de Verona pelo alto, como o Rio Ádige, o Teatro Romano e a Ponte Pietra. Propriedade do Município de Verona desde 1932, o prédio não está aberto ao público, pois está arruinado pelo tempo e pelo descuido dos homens. Mas para ter a vista panorâmica de Verona e chegar ao terraço do Castel San Pietro, basta pegar o funicular. Ele fica perto do Teatro Romano, perto da Igreja de San Stefano e custa € 2,00 para adultos e € 1,00  para menores de 10 anos.

Castel San Pietro em Verona

Teatro Romano

O Teatro Romano é menos visitado por roteiros curtos por ser um pouco mais afastado do centro histórico, mas é um dos mais importantes monumentos arqueológicos de Verona. Ele se situa na parte setentrional da cidade aos pés da colina de São Pedro e foi construído no último quarto do século I aC. O espaço do Teatro Romano ainda é usado no Verão para peças teatrais e shows. Ao lado do teatro está localizado o convento renascentista de St. Gerolamo. O convento abriga o Museu Arqueológico e oferece uma visita fascinante ao rio e à cidade. Nele são exibidos mosaicos, bronze, estátuas, inscrições, vidro, cerâmica e todos os achados arqueológicos coletados em toda Verona e seu território.

Teatro Romano em Verona